21/08/2017

Suspeito de participar da morte de vigia do Parque Serra da Capivara fica calado em depoimento

Dois homens continuam foragidos e outro caçador continua custodiado em hospital de Floriano, Sul do Piauí. 

Cravado no sertão piauiense, Parque Nacional da Serra da Capivara tem 130 mil hectares (Foto: FUNDHAM) 

Um dos caçadores suspeitos de matar o vigia Edilson Aparecido da Costa Silva nessa sexta-feira (18) no Parque Nacional Serra da Capivara, no Sul do Piauí, foi apresentado ao delegado Hugo Montenegro, de São João do Piauí. O suspeito não prestou informações, alegando que não falaria em juízo. O delegado coordena as investigações sobre a ocorrência no município de João Costa. 

O homem era um dos suspeitos custodiados no Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano, 244 km de Teresina, e teve alta neste domingo (20). “Ele foi levado e não quis falar em face de inquérito policial, só em juízo”, comentou o delegado Hugo Montenegro. O outro caçador que estava ferido continua custodiado em Floriano e ainda não foi ouvido pela polícia.

No momento outros dois caçadores continuam sem paradeiro definido. “Os outros dois homens continuam foragidos. Eu acredito que com a investigação é possível descobrir o paradeiro deles”, disse o delegado acrescentando que mesmo que os dois suspeitos sejam presos não serão enquadrados em flagrante. Um inquérito foi instaurado para apurar as circunstâncias do ocorrido. 

“Como o inquérito começou agora vou ter de ouvir mais pessoas para saber o que realmente aconteceu. Só a investigação vai definir a situação dessas pessoas realmente”, destacou Hugo Montenegro. Entre as dificuldades da investigação estão a distância do local e também dificuldades de acesso. “É muito longe e de muito difícil acesso. É na zona rural de João Costa, bem no entorno do parque”, pontuou. 

Entenda o caso
Na última sexta-feira, caçadores e vigias do parque tiveram um encontro em que foram disparados tiros. No que seria um confronto três vigias e quatro caçadores trocaram tiros em uma área do parque situada no município de João Costa. Um vigia morreu e outros dois ficaram feridos, sem risco de morte. 

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) informou que os vigias eram contratados por uma empresa terceirizada. Dois caçadores precisaram se entregar porque estavam feridos. Após o atendimento médico um deles precisou passar por cirurgia. Os homens estariam caçando animais em uma área de lagoa.

Desde 1991 a UNESCO inscreveu o Parque Nacional Serra da Capivara na lista do Patrimônio Mundial, a título Cultural, em razão da importância dos registros rupestres existentes. Segundo o ICMBio, no Parque encontra-se a maior concentração de sítios arqueológicos atualmente conhecida nas Américas, com mais de mil sítios cadastrados. 

Nos abrigos, além das manifestações gráficas, encontram-se vários vestígios da presença do homem pré-histórico, com datações mais antigas conhecidas no continente americano. A região abriga 173 sítios arqueológicos abertos à visitação. 

O Parque foi criado através do Decreto de nº 83.548 de 5 de junho de 1979 e sua proteção foi ampliada pelo Decreto de nº 99.143 de 12 de março de 1990. Foram criadas as Áreas de Preservação Permanentes adjacentes, com total de 35.000 hectares.

Fonte: G1 PI 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta