02/08/2017

Projeto pretende melhorar conexão de internet por meio de fibra ótica no Piauí

O investimento é de R$ 250 milhões e promete colocar o estado nas primeiras colocações da inclusão digital. 

Projeto promete melhorar conexão de internet por meio de fibra ótica no Piauí 

Um projeto que pretende melhorar a qualidade da conexão de internet foi lançado em Parnaíba, Litoral do Piauí, nesta terça-feira (1) pelo governo. A finalidade da ação é levar internet para 80% da população, otimizar a conectividade por meio de cabos de fibra ótica e, assim, colocar o estado em uma melhor colocação no ranking de inclusão digital. No Piauí, cerca de 63% das residências não possuem internet e 59% dos internautas acessa a rede pelo celular. 

Conforme a assessora jurídica da Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc), Patrícia Oliveira, a Parceria Público Privada (PPP) pretende construir uma rede de fibra ótica ligando Teresina a Parnaíba nos primeiro quatro meses e, posteriormente, ligar a capital ao Sul do estado. "Isso criará dois anéis no estado, com ligação ao Norte e ao Sul, com a função de levar qualidade de sinal de internet muito superior ao que hoje chega a população piauiense", informou. 

As principais metas do projeto abrangem a qualidade do acesso para a população e para os serviços do estado, que precisam de internet para realizar o atendimento. No total, o investimento chega a R$ 250 milhões e R$ 1,8 bilhão de operação. "Nossa intenção é fazer com que estejamos entre os primeiros colocados na inclusão digital . São 1500 pontos de internet para servir à administração, o serviço à população não vai chegar mais em má qualidade", destacou. 

De acordo com Patrícia, os benefícios da internet de qualidade também irão ajudar no desenvolvimento educacional de alunos do interior, já que vai proporcionar que as teleaulas à distância sejam possíveis. Além disso, o governo garante que com a implantação da PPP a internet tende a dobrar em velocidade e a quantidade de conexões triplicar. 

O prazo para a conclusão da evolução digital é para 24 meses, após a licitação. Na última terça-feira foi lançada a autorização para o lançamento do edital de licitação. A previsão é que o edital esteja publicado até quinta-feira (3) e a licitação deve acontecer no final de setembro.

Fonte: G1 Piauí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta