04/08/2017

Padrasto é preso suspeito de estuprar enteados de 4 e 7 anos

Imagem: Ilustrativa 

A Polícia Civil de Paulistana prendeu o padrasto identificado como L.G.S., suspeito de estuprar seus dois enteados, uma menina de quatro anos e um menino de sete anos. O crime foi denunciado há menos de um mês pelo serviço Disque 100 de denúncias anônimas e chegou até a delegacia de Paulistana que encaminhou a investigação. O homem tinha uma união estável com a mãe das crianças e considerado pai por elas.

"A mãe junto com a tia relataram ao delegado as denúncias e em seguida as crianças foram ouvidas. Seus relatos são chocantes e consistentes e pedi a prisão preventiva do suspeito que foi preso no início da manhã de hoje", explicou o delegado titular do município Cícero de Oliveira.

Segundo o delegado, a menina de quatro anos se mostrou visivelmente mais abalada ao descrever os abusos. "Ela relatou que o padrasto as vezes ia dar banho nela e tocava suas partes íntimas por muito tempo. Chorava bastante, foi um depoimento difícil. Já o menino se demonstrou mais calmo, mas denunciou que o padrasto o obrigava a praticar sexo oral nele. Os dois chamavam ele de pai", descreveu o delegado.

Quanto a mãe das crianças, o delegado explica que seu depoimento não deixou brechas, e comprova que ela não sabia dos abusos sofridos pelos filhos.

Frequência de casos
O delegado Cícero de Oliveira chama atenção ainda para a frequência com que casos como esse são registrados no município, segundo ele o trabalho da Polícia de combate a crimes de abuso sexual será intensificado.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta