17/08/2017

Operação Fantasma: empresas não contrataram com prefeituras no PI

Ação da Polícia na Operação Fantasma
Levantamento realizado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI), por meio da Unidade de Informação Estratégica (UIE), constatou que nenhuma das 81 empresas investigadas pela Polícia Civil na Operação Fantasma, por fraude e sonegação fiscal, realizou negócios ou firmou contratos com prefeituras e órgãos públicos municipais ou estaduais no Piauí, informou a Corte de Contas.

Os negócios da quadrilha, segundo o TCE, eram restritos a empresas privadas.

Os investigadores do Grupo Interinstitucional de Combate aos Crimes Contra a Ordem Tributária informaram que as empresas provocaram um rombo de aproximadamente R$ 180 milhões em impostos não recolhidos.

Falta a polícia investigar aqueles que desviam quando os impostos entram.

Fonte: 180/Blogueiro: Por Rômulo Rocha - De Brasília

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta