31/08/2017

Farra das passagens: Políticos do PI que poderão ser alvos do MPF. Lista

Procuradora informou que quem devolver dinheiro antes, se livra de processo


Tem até finado na lista divulgada por Congresso em Foco, nesta quarta-feira (30/08), de políticos dos quais o Ministério Público Federal pretende cobrar cerca de R$ 50 milhões pelo uso indevido ou injustificado de passagens aéreas, entre 2007 e 2009.

Do Piauí, aparecem os nomes de Antônio José Medeiros, Átila Lira, B.Sá, Ciro Nogueira, Paes Landim, Nazareno Fonteles, Júlio César, Marcelo Castro, Osmar Júnior.

A lista traz ainda os nomes dos falecidos Alberto Silva e Mussa Demes, que deverão ser excluídos após levantamento para atualização dos dados pelo Ministério Público Federal. São citados porque o inquérito se arrasta há anos, e muitas informações ainda serão checadas pelos procuradores.

São ao todo 558 nomes de todo país. Políticos que hoje são governadores (DF, MA e SE), ministros de Temer, ministros do TCU e prefeitos, entre atuais deputados e senadores.

A suspeita do MPF é que mais de 76 mil bilhetes aéreos foram emitidos irregularmente.

Serão abertos processos para ressarcimento aos cofres públicos e de improbidade administrativa, em alguns casos. Segundo Congresso em Foco, a procuradora Sara Moreira Leite informou que "quem devolver o dinheiro antes se livra de um processo".


Fonte: Portal 180

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta