14/07/2017

Unidades Básicas de Saúde serão informatizadas

Ministério da Saúde lançou consulta pública para que empresas contribuam com projetos para digitalização dos prontuários

Mais de 15 mil UBS já usam prontuário eletrônico
Arquivo/Agência Brasil
O Ministério da Saúde pretende informatizar os serviços nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Por isso, a pasta lançou uma consulta pública para reunir propostas de empresas interessadas em promover a digitalização.

A ideia é apoiar estados e municípios na informatização. Atualmente, apenas 35,7% das UBS usam o prontuário eletrônico, o equivalente a 15.158 unidades. O objetivo da pasta é que todas as UBS usem o programa até o fim do ano que vem. 

“A medida é fundamental para que o gestor público possa ter acesso a informações precisas sobre o atendimento e os principais problemas de saúde do cidadão, além do maior controle do gasto público. Para a população, permite o acesso a serviços de mais qualidade. Seus dados clínicos estarão disponíveis em qualquer unidade de saúde do País”, destacou o ministro da Saúde, Ricardo Barros. 

O projeto básico está disponível para receber as contribuições até 21 de julho. Com a digitalização dos dados dos pacientes, o acesso aos prontuários pode ser feito em todas as unidades do País por meio de biometria. 

Com a plataforma digital, todos os serviços de saúde da cidade poderão acompanhar o histórico, os dados e resultado de exames dos pacientes, verificar em tempo real a disponibilidade de medicamentos ou mesmo registrar as visitas de agentes de saúde, melhorando o atendimento ao cidadão.

Contrato
As empresas selecionadas manterão um contrato de cinco anos com o Ministério da Saúde para oferecer o serviço. Os gestores terão que alimentar o sistema com os dados dos usuários, como identificação do paciente, medicamentos, exames, prescrições, vacinas, toda a evolução clínica do cidadão. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta