26/07/2017

Motorista conta detalhes de acidente na BR-230 e diz que mãe pediu para salvar filhas

Sara Jane e a filha caçula estão no hospital. A criança mais velha morreu no local do acidente

O motorista do caminhão- que colidiu frontalmente com o carro de passeio que vinha a família de um ex-secretário de Saúde do Piauí- prestou depoimento e relatou detalhes do acidente. Ele contou à Polícia Civil que após o impacto, o veículo pequeno, modelo HB20, teve um princípio de incêndio e que a mãe das crianças pediu para que ele salvasse suas duas filhas. 

"Estava trafegando quando, de repente, percebi um carro de passeio (HB20) vindo em sentido contrário. O carro entrou na pista do caminhão, na contramão, e seguiu até o acostamento, retornando em seguida para a pista. Nesse momento, quando percebi que haveria o choque, tentei puxar o caminhão para o acostamento, mas os veículos se chocaram de frente, mais na lateral do caminhão", relatou o motorista do caminhão envolvido no acidente. Ele- que não teve a identidade revelada- escapou ileso . 

O acidente ocorreu por volta das 22h, na BR-230, entre as cidades de Floriano e Nazaré do Piauí. 

O motorista do caminhão conta ainda que após a colisão o HB20 rodopiou pelo menos três vezes na pista. Em seguida houve um princípio de incêndio que foi debelado por ele, segundo depoimento. O fogo teria sido apagado com o extintor de incêndio do caminhão. 

Ele relata ainda que a mãe da meninas, a nutricionista Sara Jane Morais Vieira, pedia pela vida das filhas que estavam no banco de trás do HB20 e também reclamou que estava sendo sufocada pelo cinto de segurança. 

"Utilizei uma faca para cortar o cinto de segurança e entrei em contato com o 190 para pedir socorro", disse o motorista em outro trecho. 

O depoimento do motorista será confrontado com a versão das sobreviventes. As causas do acidente estão sendo apuradas, mas há a suspeita que o condutor do Hb20 tenha dormido ao volante. 

Sobreviventes 
A nutricionista Sara Jane e a filha caçula permanecem hospitalizadas. A mãe permanece internada em Floriano e a criança foi submetida cirurgia na perna e passa bem. 

O corpo de Alirya Costa, 9 anos, está sendo velado em São Francisco do Piauí, cidade natal do ex-secretário. Não há informações sobre o velório de Rubens Neres. 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com
Com informações Tiago Melo (TV Cidade Verde)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Anuncio google