14/07/2017

Menina de 3 anos relata abuso sexual do próprio pai e choca investigadores


Um funcionário público lotado na Secretaria de Assistência Social e Cidadania (SASC) foi preso na manhã desta sexta-feira (14), suspeito de abusar sexualmente da própria filha de apenas 3 anos. O caso está sendo investigado há 1 mês pela Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente. 

A denúncia de estupro foi feita pela própria mãe da vítima, que ouviu da filha de apenas 3 anos que estava sendo molestada pelo pai. Os exames de corpo de delito constataram pequenas lesões na garota. 

Os investigadores ficaram estarrecidos com o depoimento da vítima. A identidade do agressor não foi divulgada para preservar a criança. 

"A delegada pegou as declarações da criança, um depoimento muito forte, e pegou declarações da mãe e, com isso, foi feito um exame de corpo de delito onde foram constatadas pequenas lesões. Mas o mais grave são os depoimentos, o relato da criança", disse o delegado Jetan Pinheiro. 

Segundo o delegado, abuso contra crianças e adolescentes até 14 anos, mesmo com consentimento, é considerado estupro de vulnerável. A pena vai de 8 a 15 anos. O suposto agressor está preso preventivamente na Polinter. 

Hérlon Moraes (Com informações de Indira Gomes)
herlonmoraes@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta