21/06/2017

Governo tem pressa, e clubes do Piauí devem receber R$ 900 mil pela Série D

Altos, Parnahyba e River-PI receberão R$ 300 mil como patrocínio do poder público estadual durante o Campeonato Brasileiro. Fundespi encaminha documentação para pagamento

Cesarino Oliveira confirma acerto e aguarda conclusão de trâmite para pagamento de clubes na Série D (Foto: Renan Morais)

O tão almejado apoio financeiro aos clubes de futebol do Piauí que disputam a Série D do Campeonato Brasileiro deve ser, enfim, concretizado. O presidente da Federação de Futebol do Piauí (FFP), Cesarino Oliveira, informou que o Governo do Estado aprovou a liberação de R$ 900 mil como forma de patrocínio a Altos, Parnahyba e River-PI. De acordo com o dirigente, cada um deve receber, nos próximos dias, um cota única de pagamento no valor de R$ 300 mil. Intermediadora do processo, a Fundação de Esportes do Piauí (Fundespi) encaminhou a documentação necessária à Procuradoria Geral do Estado para formatar o acerto.

- Nós tivemos o patrocínio ano passado cumprido pelo governo e ele se concluiu em março deste ano. Houve uma troca no comando da Fundespi, mas o Paulo (Martins, presidente) se mostrou sensível a essa situação. Tivemos uma reunião com o governador, que se mostrou preocupado com a liberação desses recursos, já que o futebol, neste semestre, teve a preocupação de fazer divulgação de ações do governo, seja loteria, marca do governo ou ações estaduais - reforçou o presidente da FFP.

Ano passado, o mesmo convênio firmado entre Governo e clubes beneficiou quatro agremiações da capital. O River-PI recebeu R$ 150 mil, enquanto Flamengo-PI, Piauí e Tiradentes-PI receberam R$ 50 mil, R$ 30 mil e R$ 20 mil, respectivamente. A renovação do convênio só se confirmou após a prestação de contas da temporada passada.

Altos expõe marcas do Governo em jogos oficiais de 2017 (Foto: Stephanie Pacheco)

O presidente da Fundespi informou que os trâmites dos pagamentos de Altos e Parnahyba foram concluídos, nesta quarta, encaminhado à PGE com pedido de urgência. Ainda há pendências em relação à documentação do River-PI. O presidente do clube tricolor não foi encontrado pela reportagem.

- O valor que foi pago em 2016 deve ser o mesmo em 2017. Não seria seguido o mesmo parâmetro de divisão que foi feito, já que o River-PI, por ter disputado a Série C, teve direito a uma participação de receita maior. Como há alguns parâmetros de ideias da Fundespi, nada mais justo do que ouvirmos e discutirmos sobre essa divisão de recursos. Há também a preocupação com a Série D, que termina nesta semana a primeira fase. O governador solicitou pressa, e o presidente da Fundespi ficou de providenciar. Esperamos que seja concluído essa semana para os clubes jogarem despreocupados com isso no domingo - completou Cesarino.

Pela primeira vez na história da Série D o Piauí pode ter três clubes na segunda fase. O Parnahyba é líder do Grupo A6, e Altos e River-PI estão vivos na luta pela classificação em suas respectivas chaves. Um empate pode garantir o Tubarão no mata-mata, enquanto uma vitória pode garantir a ponta da tabela para Jacaré e Galo.

Fonte: GloboEsporte.com, Piauí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta