04/04/2017

Comunidades da zona rural seguem recebendo água potável através de carro pipa


Desde o inicio do ano, quando Mão Santa assumiu a gestão municipal, a prefeitura de Parnaíba disponibiliza água potável para famílias da zona rural do município, onde a precariedade é grande. O caminhão pipa tem percorrido diversas comunidades para entregar água potável a quem não dispõe do produto em condições para o consumo humano, problema que é antigo mas que nunca sensibilizou os governantes anteriores, no que tange à busca de soluções definitivas, como ocorre atualmente, a partir de um convênio de cooperação técnica já firmado entre a Prefeitura de Parnaíba e a FUNASA, para colocar água de qualidade para todos. 

Na comunidade Amassa Machado, por exemplo, que é um assentamento localizado no perímetro dos Tabuleiros Litorâneos, moradores agradecem à nova gestão, pelo fato de ter retornado o caminhão para abastecê-los toda semana. 

A moradora Raimunda Nonata, diz ter esperança que Mão Santa deva solucionar o problema da falta d’água nestas localidades. 


“Agradecemos a Deus todos os dias pelo fato do Doutor Mão Santa hoje ser o prefeito. Acreditamos que ele trará a água definitiva para nós, tendo em vista que ele já disse que essa região vai receber água encanada”, disse ela. 

Outro fato é que nos locais de distribuição, não há uma reclamações dos moradores e todos confirmam que a água é limpa e que os responsáveis pela entrega são pessoas íntegras e não agem com autoritarismo ao querer racionar água, o que havia até o ano passado. 

Confira o cronograma de distribuição na zona rural: 

Segunda-feira Baixa da Carnaúba 

Terça-feira Baixa da Carnaúba 2/Bela Vista 

Quarta-feira Capoeira/Xixá e Bom Sucesso 

Quinta-feira Rancharia 

Pela Tarde: 

Segunda-feira KM 16/ 

Terça-feira KM 12/8/Amassa Machado 

Quarta-feira Lagoa do Prado/Monte Alegre Rebentão 

Quinta-feira Olho D’água 

Durante as sextas-feiras o carro segue para manutenção. O abastecimento se encerra com a distribuição onde faltou entrega do dia anterior. “É determinação do prefeito Mão Santa, que as famílias recebam água na porta de casa e sem falhas na distribuição. O carro pipa tem autorização para fazer a distribuição com capacidade para mais de sete mil litros. Hoje existem famílias que recebem mil litros e ainda fornecem para seus vizinhos”, explica Francisco Carvalho, um dos responsáveis pelo controle da distribuição.

ASCOM - PMP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta