03/04/2017

Com vitória na mão, Tonet tira culpa de Siderval por 1 a 1: "Não crucificar"

Lateral é expulso no começo do segundo tempo, com placar favorável ao Parnahyba. Com um a menos, treinador valoriza empate conquistado em Piripiri: "Bom resultado"

Fernando Tonet alivia cobrança sobre Siderval no empate do Parnahyba diante do 4 de Julho (Foto: Wenner Tito)

Depois da conquista da taça do primeiro turno, o Parnahyba fez sua estreia na Taça Cidade Teresina. Fora de casa, na Arena Ytacoatiara, o Tubarão empatou em 1 a 1 com o 4 de Julho. Saiu na frente em um primeiro tempo onde impôs seu jogo, mas permitiu a igualdade depois da expulsão do lateral-esquerdo Siderval. Veja o lance acima. Com um homem a menos por todo o segundo tempo, o técnico Fernando Tonet valorizou o placar e não culpou o defensor pelo empate, quando o time atuava bem. 

- Todos os jogadores têm a minha confiança. Não só quando acerta, quando erra também. Não tenho hábito de crucificar o atleta por um erro ou falha, ele tem a minha confiança, independente da falha. Isso é um esporte coletivo, todos falham, todos perdem, todos ganham. Temos um elenco – disse Tonet, sobre Siderval, completando: 

- Um ponto, pelo que foi o segundo tempo, foi um bom resultado porque o 4 de Julho foi melhor. Se analisar o segundo tempo, com a superioridade do 4 de Julho após a expulsão, foi um bom resultado – ressaltou. 


Siderval é expulso, e Parnahyba joga segundo tempo com um a menos (Foto: Wenner Tito )

O Parnahyba marcou com 15 minutos de partida, com Tininho aproveitando o rebote. Poderia ter ampliado com Jânio Daniel, aos 37, mas foi para o intervalo com 1 a 0 – vantagem não segurada no segundo tempo. Veja os gols abaixo.

- Foi um jogo de dois tempos distintos. O Parnahyba teve na minha análise um volume bem superior no primeiro tempo, fez o gol e poderia ter feito o segundo. Não aproveitou as chances da maneira como deveria. No segundo tempo, a expulsão foi cedo. Na falta, não sei se era para cartão vermelho direto, também não estou questionando, apenas poderia ter sido amarelo. Perdemos a força de ataque, fui forçado a tirar um jogador de ataque para fechar a linha de quatro atrás, perdemos ofensividade e o objetivo era não perder a partida. Depois do empate, era fechar com duas linhas de quatro para não perder – analisou Tonet. 

Com o empate, o Parnahyba somou o primeiro ponto no returno. Na terceira rodada, o Tubarão recebe o Picos no Pedro Alelaf, domingo, às 16h.

Fonte: Globoesporte.com Piauí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Anuncio google