31/03/2017

Secretário de Fazenda fala sobre arrecadação e controle de gastos


O secretário municipal de Fazenda, Gil Borges, foi o entrevistado desta quinta-feira (30) no Jornal da Costa Norte. Na ocasião, ele falou sobre as finanças da Prefeitura de Parnaíba e das alternativas que tem se utilizado com objetivo de aumentar a arrecadação. A principal, de acordo com o secretário, tem sido enxugar a máquina e reduzir despesas. 

“Esse enxugamento tem a ver com a realidade do momento no país. O povo espera que a administração seja austera, que se gaste com obras de qualidade, prestando contas. Cada secretário exerce três ou quatro funções, os carros são controlados. Temos que conter os gastos, gastando melhor, temos que arrecadar”, enfatizou Gil Borges. 

O gestor afirma que a Prefeitura precisa: “incrementar o ISS, o ITBI, o IPTU. Este último nós já pegamos com uma bronca do tamanho do mundo e a população tinha razão. Houve um aumento de quase 1000%. Quando o imposto se torna abusivo, deixa de ser pago, e por isso temos uma enorme inadimplência”, disse, lembrando que a alíquota será reduzida. 

Gil Borges explica que o grande desafio é conciliar o controle de gastos sem que se perca a capacidade de manter investimentos. “Temos que andar com as próprias pernas. O município deve trabalhar bem sua arrecadação. Toda obra paralisada perde a finalidade, então temos que complementar. As coisas precisam funcionar e nós não temos a vaidade de dizer que a obra não foi nossa. Somos dirigentes e vamos atender a população”, pontua. 

O secretário também citou ações na área da infraestrutura, como por exemplo o trabalho de reparo da iluminação pública, limpeza urbana e recuperação da pavimentação asfáltica. Através do Whatsapp, os telespectadores da TV Costa Norte também participaram da entrevista, enviando perguntas, críticas e sugestões. O número é o (86) 99573-9159.

Fonte: Portal Costa Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Anuncio google