10/03/2017

Ministro da Saúde aprova readequação da UPA de Parnaíba


A readequação da Unidade de Pronto Atendimento de Parnaíba (UPA), foi um dos principais assuntos tratados pelo secretário municipal de Saúde, Valdir Aragão e o prefeito Mão Santa, com o ministro da Saúde, Ricardo Barros. O encontro dos médicos parnaibanos com o ministro aconteceu nesta semana, durante viagem a Brasília, onde Valdir Aragão e Mão Santa foram buscar investimentos e melhorias para a saúde pública da cidade.

Conforme explicou o secretário, eles mostraram para o ministro a Portaria do Ministério da Saúde que estabelece critérios em relação ao tipo de UPA que deve ser construída em cada cidade baseada na sua quantidade populacional. Conforme o documento, em municípios que possuem uma população de 100 a 200 mil habitantes, como é o caso de Parnaíba, a UPA deve ser tipo 2 e não categoria 3, como foi construída a unidade de Parnaíba pela gestão passada. Foi exatamente esse erro de classificação que impediu que a mesma fosse concluída e colocada para funcionar, pois o município não tem condições financeiras de manter uma UPA padrão 3. O ministro entendeu que a UPA de Parnaíba deve ser readequada para tipo 2 e deu o aval para secretário e prefeito da cidade darem prosseguimento ao projeto.


“Estávamos preocupados porque a UPA tinha sido construída como porte 3, onde assumiríamos toda a população da planície litorânea e a despesa seria muito alta. O ministro Ricardo Barros aceitou transformá-la em tipo 2, de acordo com a nossa necessidade e vamos dar prosseguimento a finalização do projeto e contratação dos médicos”, afirmou Aragão.

A equipe médica terá quatro profissionais de plantão durante o dia e dois no período noturno. A Unidade de Pronto Atendimento de Parnaíba funcionará 24 horas e deverá desafogar a grande demanda do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda). Também participaram da comitiva a Brasília, a secretária de Desenvolvimento Social e Cidadania, Adalgisa Moraes Souza, os deputado federais Júlio César e Marcelo Castro, além do senador Elmano Férrer.

ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta